sábado, 30 de abril de 2011

Inhapi: Sai programação da 9ª vaquejada do Parque Brinco de Ouro

               Evento acontece de 20 a 22 de maio 


A 9ª edição da vaquejada do Parque Brinco de Ouro em Inhapi já tem data certa. Acontece de 20 a 22 de maio. Segundo a comissão organizadora este ano serão R$ 50 mil em prêmios distribuídos para vaqueiros profissionais e amadores. No dia 21 haverá atração musical com a apresentação de Galã do Brega e Forró Soxotea.

Considerado um dos maiores da categoria o evento que foi idealizado pelo ex-prefeito Paulo Malta já é tradicional no município e atrai milhares de vaqueiros e amadores para a cidade.

O vereador licenciado Beto Malta organiza o evento junto com Robinho, Galego Doão e Zé Nilson que têm o apoio da prefeitura municipal.

Fonte: http://inhapiinformes.zip.net/

sexta-feira, 29 de abril de 2011

As câmeras de segurança de Mata Grande funcionam?

Sorria, você esta sendo filmado! Brincadeirinhaa.

No primeiro momento, as câmeras de segurança instaladas no município trouxeram proteção aos comerciantes e moradores de Mata Grande. Com o passar do tempo, veículos foram roubados, lojas assaltadas, assassinatos e tentativas aconteceram e quando foram atrás das filmagens, cadê? Ai surge a pergunta, será que as câmeras sequer funcionam? Será que as imagens ficam arquivadas? Qual o resultado do valor investido?

Procurei informações para saber se as câmeras estão quebradas, e se tem previsão de quando as mesmas voltam a funcionar, (se é que um dia gravaram alguma coisa) mas encontrei a CIA da Polícia Militar onde fica a central fechada.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Subgerente fica refém por mais de 24h durante assalto ao Banco Brasil

Familiares do funcionário ficaram reféns em Arapiraca

por Wadson Correia

Foto Raul Malta - Cada Minuto

Policiais Militares do 9º Batalhão de Delmiro Gouveia se deslocaram as pressas na manhã desta quinta-feira (28) para reforçar o policiamento na cidade de Mata Grande, Sertão de Alagoas, onde o subgerente da Agência do Banco, identificado apenas como Daniel foi sequestrado e mantido refém por mais de 24 horas. O dinheiro levado não foi divulgado.

De acordo com informações do cabo Bernado da 3ª CIA funcionários do banco sabiam da ação criminosa, mas não alertaram a polícia a pedido dos assaltantes que também fizeram familiares do subgerente como reféns, na cidade de Arapiraca. “Tudo foi planejado pelos assaltantes. A polícia foi avisada depois que tudo ocorreu a pedidos dos criminosos”, disse Bernado.

O subgerente foi rendido quando descansava no hotel, por volta das 18h em Mata Grande, quando homens entraram no quarto e falaram que ele teria que colaborar com o assalto ou os seus familiares, que já estava de refém morreriam.

Daniel foi o primeiro a ser liberado pelos assaltantes. A polícia confirmou que familiares do funcionário foram liberados depois. “Graças a Deus os familiares do subgerente foram liberados. Todos estão bem”, falou o cabo.

Uma quantidade de dinheiro foi levada, valores não foram divulgados pela gerência. Em frente à agência a movimentação é grande. Idosos continuam na fila para receber os proventos da aposentadoria. O Instituto de Criminalística (IC) foi acionado.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Prédio da Cadeia Pública de Mata Grande é tombado pelo Estado


          O prédio da antiga Cadeia Pública de Mata Grande, construída em pedra por escravos há 135 anos foi tombado pelo Estado. O prédio se destaca pela imponência e estilo colonial na parte alta da cidade de Mata Grande. Segundo historiadores foi construído por escravos que transportaram pedras do vale do Moxotó.
          Atualmente o importante prédio histórico se encontra em estado de abandono deplorável.
Na rua de Cima o prédio em seu estilo antigo era um verdadeiro cartão postal. Segundo historiadores, a idéia da sua construção se deu por volta de 1837 para atender "a uma condição provincial para que a cidade fosse elevada a categoria de Vila e Freguesia e quem deveriam construí-la seriam os seus habitantes, cuja exigência foi revogada em 1838, entretanto.
          Em 1875, foi iniciada a construção de um grande prédio, em pedra e cal, com paredes de um metro de espessura, que custou naquela época, a importância de 18.700$000 e em cujo andar superior, dotado de grandes salões.
          No local funcionou em décadas passadas a Câmara Municipal, o Tribunal do Júri e onde a sociedade local se reunia em comemorações cívicas, bailes e conferências" (Djalma Mendonça).
No primeiro andar, foram realizados grandes eventos da sociedade matagrandense e era também utilizada, para o cumprimento de penas dos privilegiados pela Lei, aqueles que não iam para as celas, eram o que se chamava de prisão especial.
          Existiam ainda alojamentos para os delegados e policiais não residentes. Na parte de baixo eram as celas e funcionava a Delegacia Municipal de Policia. na cela da frente ficavam os criminosos, lá atrás,os presos correcionais, aqueles tomadores de cachaça que se excediam e os baderneiros; na área do meio , ficavam os que desobedeciam as ordens internas, era o que chamavam de "solitária", muito escura pelo dia, deixando o detento apavorado pelo castigo imposto.

Fonte: http://www.bobgonsalves.blogspot.com/

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Padre Sizo mesmo afastado de suas ordens sacerdotais atrai multidão


          No último dia 10 de abril, padre Sizo conseguiu mobilizar uma multidão de romeiros para prestigiar mais uma de suas festas religiosa na cidade de Mata Grande, que vem se transformando em um pedaço do Juazeiro em Alagoas.
          O fundador do Santuário de Santa Terezinha está proibido de exercer suas ordens sacerdotais pelo bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, mas chama a atenção em ver cada dia o número de seguidores aumentarem, transformando Mata Grande no segundo maior reduto de romeiros do Nordeste.


          O imponente santuário está situado na parte alta da cidade e tudo reflete santidade. Foi construído em um terreno de propriedade de sua família, onde milhares de devotos buscam a paz e a cura. No subsolo do santuário foram construídas capelas com a ajuda dos romeiros e de madrinha Santa Terezinha, como costuma chamar o padre Sizo.

sábado, 2 de abril de 2011

Viajando todo o Brasil

Homem decide viajar todo Brasil de carro


         
Sergio Falcetti, é natural de Juiz de Fora - MG, reside em Vila Velha-ES, e sempre teve um sonho de conhecer todos os municípios do Brasil de carro. Uma aventura em que teria que dispor de tempo para executá-la, mas com a chegada da aposentadoria resolveu colocar este sonho em prática, visitar todas as cidades do Brasil, num total de 26 viagens, uma por estado, totalizando 5564 municípios, tirando fotos e filmando cada uma delas.
          Acompanhe o vídeo em que o aventureiro passa por Mata Grande e visite o blog viajandotodoobrasil.blogspot.com para conhecer mais cidades e as belezas que o Brasil dispõe.